Sonic the Hedgehog 4 – Episode 1 (Wii)

Oi pessoal,

Eu estive fora do blog por muuuuuuito tempo, mas espero aos poucos voltar a me dedicar com força total. De qualquer forma, segue abaixo o review de Sonic 4, o tão aguardado jogo que promete o retorno do ouriço. Boa leitura!🙂

——

Arte promocional do jogo

  • Desenvolvedor: Dimps/Sonic Team
  • Publisher: Sega
  • Data de lançamento: 1993
  • Gênero: Sidescrolling platform game

Para competir com a Nintendo, a SEGA teve que rebolar muito…com o Master System a SEGA conseguiu sucesso apenas na Europa e no Brasil, o que ainda a deixava comendo poeira. Foi no Mega Drive que a empresa japonesa conseguiu tirar a Nintendo do topo por algum tempo. Parte desse sucesso foi graças ao hardware que permitia boas conversões de arcade, graças ao marketing agressivo, e graças ao ouriço azul Sonic, que com seu carisma conseguiu derrubar o então invicto Mario por nocaute.

A época de ouro do Sonic

A época de ouro do Sonic

Sonic the Hedgehog foi uma criação da Sonic Team, divisão da SEGA criada justamente para desenvolver este Killer App que colocaria a SEGA no topo. A criação foi no tempo certo, e em pouco tempo Sonic virou uma sensação, onde softhouses tentaram (a maioria em vão) copiar seu sucesso, enquanto os produtos licenciados garantiam rios e rios de dinheiro para a SEGA.

Sonic teve uma excelente trilogia de jogos para o MD, destaque para Sonic 2 e Sonic & Knuckles, além de Sonic CD que foi o único jogo que justifica a compra do Sega CD (na minha humilde opinião, claro).

A maldição do Sonic Cycle

A maldição do Sonic Cycle

Mas com a transição para o 3D muitas franquias sofreram, e Sonic foi uma delas. Enquanto Mario conseguiu passar para o 3D de boa, Sonic sofria com jogos medíocres e bugados. Embora a série Sonic Adventure seja aceitável para a época, os jogos seguintes denegriram a imagem do ouriço, chegando ao ponto de fãs exigirem o sepultamento do herói dos 16-bits. Existe até uma piada recorrente, chamada de Sonic Cycle, que em resumo descreve o enorme hype ao anunciarem um novo jogo, mas que no final prova ser uma grande decepção.

Mas a SEGA obviamente não desistiu, e em 2010 não pouparam esforços na tentativa de trazer o seu querido mascote de volta. Com a nova onda “ser retrogamer é legal”, e com o sucesso de New Super Mario Bros, a SEGA decidiu realizar o desejo de muitos gamers, dando continuidade à aclamada trilogia do Mega Drive. Assim a SEGA anuncia Sonic the Hedgehog 4, gerando grande comoção e expectativa pelo público. Por algum motivo, a SEGA optou por lançar o jogo em episódios e por download para as 3 plataformas da atual geração.

Muitas dúvidas surgiram quanto a esse formato de episódios, quanto ao uso do design atual do Sonic (magrelo e de olhos verdes) e também pela inclusão do Homming Attack (movimento criado para os jogos 3D do ouriço), mas no geral, como Sonic 4 ep1 se saiu? Será que ele é digno de ter o número 4 em seu título? Vale a pena esperar pelos próximos episódios?

O jogo

Sonic the Hedgehog 4 – Episode 1 é um jogo de plataforma 2D, nos mesmos moldes dos clássicos de 16-bits. Assim como em New SMB, Sonic 4 possui gráficos modernos misturando personagens 3D em cenários 2D de alta resolução. Apenas Sonic é controlável neste jogo, e seu objetivo é passar pelos 4 estágios enquanto coleta as Chaos Emeralds, para mais uma vez frustrar os planos do Dr. Eggman e salvar o dia.

Yupiiiiiiiiiiiiii.....!

Yupiiiiiiiiiiiiii.....!

A história é bem simples: Sonic decidiu tirar umas férias após derrotar Eggman, aproveitando para explorar novos territórios. Assim ele se despede de Tails e Knuckles e parte para uma nova jornada, sem saber que Eggman está vivo e com sede de vingança. O bigodudo diabólico resolve reconstruir suas melhores criações na esperança de acabar com Sonic de uma vez por todas.

O jogo possui 4 estágios: Splash Hill Zone, Casino Street Zone, Lost Labyrinth zone e Mad Gear Zone (infelizmente não consegui encontrar os capangas de Final Fight nesse estágio), e cada estágio possui 3 atos de pura plataforma e um ato dedicado ao chefe. Se o jogador chegar ao final do estágio com 50 ou mais argolas, poderá entrar no Special Stage para tentar adquirir uma das 7 Chaos Emeralds.

Os estágios possuem muita inspiração nos jogos clássicos. Além de prestarem homenagem aos estágios dos clássicos, temos os loopings, as pontes em espiral, partes debaixo d’água, elementos de pinball, entre outros que marcaram nossas experiências com a trilogia do ouriço.

A tocha é algo simples, mas ao contrário da espada, funciona!

A tocha é algo simples, mas ao contrário da espada, funciona!

Contudo, há algumas novidades interessantes. Talvez o mais interessante neste jogo é a tocha no segundo ato da Lost Labyrinth, que não somente ilumina o caminho, como também serve para explodir dinamites, abrindo novos caminhos. Fora isso temos o cart nas minas, que funciona de forma similar à DKC, cipós, cartas de baralho que podem dar vidas extras, as plataformas que inclinam de acordo com o joypad, etc.

Quanto ao gameplay, bom a física do jogo ficou diferente da original. No começo dá uma certa estranheza, mas depois de completar um estágio a estranheza vai embora. Tirando o fato de que ficou mais fácil para o Sonic subir pelas paredes (parece até que o sapato do Sonic tem os poderes do Peter Parker), a física é muito boa e bem programada, e na minha opinião mudar a física não tira do jogo o status de continuação. Super Mario Bros foi alterando a sua física a cada jogo, chegando ao ponto de causar muita estranheza em Super Mario World, e mesmo assim isso não o tornou um jogo ruim ou spin-off.

Uso do Homming Attack no chefe da Splash Hill Zone

Uso do Homming Attack no chefe da Splash Hill Zone

Outro elemento polêmico foi a adição do Homming Attack. Confesso que fiquei preocupado com a adição do movimento, mas o level design de Sonic 4 me tirou a preocupação. Eu odiava intensamente os casos onde Sonic pulava em uma mola para ser pego por um inimigo no ar porque Sonic ficava com o corpo estendido e dessa maneira vulnerável aos ataques aéreos. Já com o Homming Attack, Sonic se enrola no ar e cuida dos inimigos facilmente. Além disso, o novo movimento adiciona um caráter exploratório, onde fileiras de inimigos aéreos permitem que Sonic alcance novas plataformas. Eu pelo menos gostei muito do Homming Attack, me pareceu uma evolução natural para a fórmula do jogo. É como a nova regra do Tetris que permite agora guardar uma peça para ser usada depois: os puristas odeiam essa nova regra, embora ela torne o jogo menos frustrante.

No geral o gameplay me agradou muito, não me senti frustrado por causa de resposta de controle e não encontrei nenhuma mecânica defeituosa. O fato de Sonic “andar pelas paredes” com facilidade incomoda um pouco, mas no geral nada que tire o sorriso do rosto.

O pessoal da Dimps caprichou nos efeitos visuais

O pessoal da Dimps caprichou nos efeitos visuais

Aliás é com um enorme sorriso no rosto que o jogador vai ficar ao jogar Sonic 4 ep1. Além dos excelentes gráficos, é muito divertido relembrar momentos nostálgicos como a parede que persegue o herói para esmagá-lo, as passagens secretas nas paredes que rendem vidas, as músicas no melhor estilo “Mega Drive”, o Special Stage similar ao do Sonic 1, sendo que neste game você rotaciona o tabuleiro ao invés de controlar Sonic, entre outros momentos que com certeza vão render um belo sorrisão de uma orelha a outra.

Mas o jogo não está livre dos seus problemas. O jogo em si é muito curto considerando o seu preço, em 3 horas consegui completar o jogo com todas as esmeraldas. E com exceção dos special stages e do estágio final, o jogo me pareceu mamão com açúcar. Percebe-se que a dificuldade do jogo vai aumentando, mas no geral o jogo ficou bem fácil quando comparado com a trilogia clássica. Mas como se trata do primeiro episódio, espero que os próximos jogos sejam mais difíceis.

Além disso, o jogo se focou demais na nostalgia, parecendo em certos pontos muito mais com um remake do que com uma sequência direta. Seria legal ver mais elementos novos e cenários diferentes nos próximos episódios.

Conclusão

Seja bem vindo novamente, Sonic!

Seja bem vindo novamente, Sonic!

Sonic 4 é um ótimo jogo. Não é uma obra prima, mas cumpriu muito bem o seu papel em trazer Sonic de volta, quebrando aquele maldito Sonic Cycle. O design do jogo é muito bom, gráficos modernos mas com trilha sonora retrô, e jogabilidade excelente e divertida. Percebe-se que a equipe que o desenvolveu entende de Sonic e se esforçou ao máximo para elaborar este ótimo game.

Pode ter algumas mudanças severas quando comparado com os clássicos, mas para mim este novo Sonic merece carregar o “4” em seu nome.

Enfim, Mario que se cuide agora, pois pelo menos no 2D seu antigo rival azul ressurgiu das cinzas, mais forte do que nunca.

Prós:

  • Gráficos bonitos e com belos efeitos visuais;
  • Trilha sonora retrô estilo Mega Drive;
  • Jogabilidade impecável e divertida;
  • Homming Attack como meio de exploração;
  • Elementos e desafios nostálgicos;
  • Adição de novos elementos;
  • Joga fora todas as frescuras que destruíram Sonic (lobisomem, espadas, etc.).

Contras:

  • Poderia ser mais inovador e menos remake;
  • Muito caro para um jogo tão curto;
  • Dificuldade baixa na maior parte do jogo;

Para Sonic the Hedgehog 4 – Episode 1, nota 8,5/10.


Preocupações com o futuro de Sonic 4

Há alguns elementos que me preocupam quanto aos próximos episódios de Sonic 4. Vou listar abaixo alguns deles:

  • Lock on: Fico imaginando como a SEGA vai juntar os episódios em um só jogo. Sonic & Knuckles permitia combinar seu cartucho com Sonic 3, tornando-se um gigantesco game, sem a necessidade de ficar trocando os cartuchos. Espero que, após lançarem todos os episódios, a SEGA tenha uma solução para que eu não precise ficar trocando de canais do Wii para curtir o jogo completo.
  • Tails & Knuckles: Esses dois fizeram falta em Sonic 4 ep1. Espero que nos próximos episódios eu possa controlar ambos os personagens, de forma similar aos jogos clássicos. Espero também ver o retorno de Super Tails e Super/Hyper Knuckles.
  • Preço: Não sei quantos episódios estão planejados para Sonic 4, mas espero não gastar muita grana para ter todos eles. Se não ultrapassar o valor de New SMB, já tá valendo.

É isso pessoal, espero que gostem deste jogo tanto quanto eu. Abraços. =)

Esse post foi publicado em Análises e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Sonic the Hedgehog 4 – Episode 1 (Wii)

  1. Grande Adinan, ficou ótimo o review!

    Pelo visto a retrosfera está aprovando o jogo, e apontando as mesmas qualidades e defeitos, o que mostra que o jogo tem mesmo pontos fortes e fracos bem evidentes! Parece que a SEGA está colhendo feedback para começar a trabalhar no episódio 2, então as chances são boas do próximo episódio ser ainda melhor.

    • Valeu Gagá!😀

      Felizmente a retrosfera está curtindo Sonic 4, tô na torcida para que o episódio 2 seja ainda melhor. Legal saber que a SEGA tá colhendo feedback, isso mostra que os caras estão se esforçando de verdade para ressuscitar a franquia.

      Abraços.

  2. Pingback: Tweets that mention Sonic the Hedgehog 4 – Episode 1 (Wii) | Side Scroll Castle -- Topsy.com

  3. Credo disse:

    Esse jogo é pior do que levar uma facada no joelho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s